PousoAlegrenet

Menu

Zona Azul entra em fase de testes em Pouso Alegre

Cerca de 1 mil vagas do hipercentro serão incluídas no estacionamento rotativo público. Tempo máximo de permanência será de duas horas. Medida visa democratizar os espaços públicos e aumentar a oferta de vagas de estacionamento

O estacionamento público rotativo de Pouso Alegre, mais conhecido como Zona Azul, entra nesta semana em sua fase de testes. Os monitores que vão fiscalizar o serviço começam a ser treinados pela empresa Central Serviços, responsável pela operação do estacionamento. Em algumas vias da cidade, tem início a divulgação de como vai funcionar seu sistema de utilização e controle. Segundo o cronograma da Secretaria de Transporte e Trânsito (SMTT), a Zona Azul estará em funcionamento já no mês de dezembro. No período, marcado pelas compras de fim de ano, fica ainda mais difícil encontrar vagas para estacionamento na região central.

Zona Azul entra em fase de testes no centro. Foto: Andre Castro / Divulgação Prefeitura de Pouso Alegre

Zona Azul entra em fase de testes no centro. Foto: Andre Castro / Divulgação Prefeitura de Pouso Alegre

Em torno de 1 mil vagas na região central integrarão a Zona Azul. O período máximo de permanência será de 2 horas. Cada hora no estacionamento custará R$ 2. Será possível adquirir créditos para uso do estacionamento pelo celular. O condutor pode fazê-lo de duas maneiras: via SMS ou por meio de um aplicativo disponível para smartphones que operam no sistema Android. Nesses casos, o valor do estacionamento é debitado nos créditos do aparelho utilizado para fazer a operação. Há ainda a possibilidade de adquirir os créditos nos estabelecimentos conveniados do comércio. Em todos os casos, o crédito adquirido é associado à placa do veículo, que fica registrada no sistema online da Zona Azul.

Munidos de tablets, os monitores escalados para fiscalizar o estacionamento rotativo verificam a situação dos automóveis no sistema consultando o número das placas. “Foi feito um grande esforço para oferecer um sistema de estacionamento prático e de fácil fiscalização. Criamos diversas modalidades para obtenção de créditos de estacionamento e minimizamos o máximo possível a utilização do dinheiro físico”, esclarece o secretário de Transporte e Trânsito, Luis Delfino.

Frota avança

O desafio do município para organizar o tráfego fica maior a cada dia. O crescimento econômico acelerado de Pouso Alegre e região tem congestionado as ruas locais. De 1999 até julho de 2013, a frota das cidades que compõem a área de influência de Pouso Alegre mais que dobrou. Passou de 87,5 mil para 210 mil veículos. Apenas em Pouso Alegre, a frota registrou crescimento de 129% no mesmo período, passando de 30,8 mil 70,6 mil.