PousoAlegrenet

Menu

Quebra frequente de ônibus revolta moradores do bairro Pantano em Pouso Alegre

Na última quinta-feira (7) o eixo da roda traseira de um ônibus se deslocou, e poderia ter causado grave acidente. Empresa culpa condição da estrada.

Mãe com filha no colo esperando após ônibus quebrar a noite no Bairro Pantano.

Mãe com filha no colo esperando após ônibus quebrar a noite no Bairro Pantano.

Moradores do bairro rural  bairro rural São José do Pantano estão indignados com o serviço da concessionária de transporte coletivo, Princesa do Sul, no bairro. Segundo eles, os ônibus quebram frequentemente, obrigando os moradores a fazerem o trajeto até suas casas a pé.

O estopim foi na última quinta-feira (7), quando o eixo da roda traseira de um dos ônibus que faz o trajeto se deslocou próximo ao bairro. Assustados com a possibilidade de ter acontecido um acidente grave, os moradores dizem não aguentar mais a situação.

Eixo da roda traseira do ônibus se deslocou, o que poderia ter causado grave acidente.

Eixo da roda traseira do ônibus se deslocou, o que poderia ter causado grave acidente.

“Isso [quebra de ônibus] já ocorreu várias vezes, não foi a primeira vez que os moradores do bairro sofreram com essa situação. Por infinitas vezes o ônibus quebra durante o trajeto e muitos caminham até a sua residência, isso claro quando estão voltando do trabalho. Quando isso acontece sentido bairro/centro chegamos a ficar horas esperando para que outro ônibus viesse para fazer o socorro”, contou o publicitário Hugo Ferreira.

Ainda segundo ele, os moradores estão esquecidos: “Sempre faço reclamações, sempre faço questão de documentar o ocorrido, indo até a empresa e cobrando um posicionamento. Já chamei até a Policia para nos ajudar em uma das vezes que o coletivo estava com superlotação, era claro o excesso de passageiros. Porém nem eles atenderam nosso pedido. Estamos esquecidos” afirma.

Procurada, a Princesa do Sul informou que os ônibus passam regularmente por revisões e que os incidentes são causados devido ao mal estado da estrada rural. A empresa ainda informou que todos os ônibus possuem uma trava de segurança que evita que a roda ou o eixo saiam por completo.

A resposta foi questionada pelos moradores: “Se realmente passa por revisões periódicas, qual o motivo de um ônibus chegar a quebrar três vezes no mesmo dia?” questionou Hugo.