PousoAlegrenet

Menu

Locomotiva tem energia cortada e funcionários reclamam de atrasos em Pouso Alegre

Fábrica está com a produção parada; Sindicato e empresa negaram informação veiculada nas redes sociais sobre falência; Grupo passa por processo de recuperação judicial

Fábrica da Locomotiva em Pouso Alegre (Foto: Locomotiva)

Funcionários da fábrica da Locomotiva em Pouso Alegre estão aflitos com suas situações. A fábrica, cujo grupo passa por um processo de recuperação judicial, teve a energia cortada e está com a produção parada. Os salários também estão atrasados.

Na manhã desta terça-feira (21), alguns funcionários se reuniram em frente ao Sindicato das Malhas para cobrar uma posição.

Segundo o Sindicato, nos últimos meses a empresa tem atrasado o pagamento dos funcionários, e o salário de julho ainda não foi pago. O corte de energia preocupou ainda mais os funcionários.

O Sindicato informou que a empresa se comprometeu a dar um posicionamento aos funcionários nesta terça-feira (21), e que ela alega estar aguardando um empréstimo para o pagamento dos salários.

Procurada pelo PousoAlegrenet, a Locomotiva confirmou os atrasos e o corte de energia. Segundo a empresa, uma nota com o posicionamento será emitido ainda hoje.

Tanto a Locomotiva, quanto o Sindicato, aproveitaram também para desmentir uma informação veiculada por uma página nas redes sociais, intitulada “Pouso Alegre 24 horas”, de que a empresa teria aberto falência. Segundo o Sindicato, a falência só poderia ser decretada por um juiz, e não há qualquer movimentação judicial de falência, e sim do processo de recuperação judicial.

Uma assembléia entre sindicato e funcionários está marcada para as 14 horas. O objetivo é definir as ações que serão tomadas. Atualmente, a fábrica em Pouso Alegre emprega cerca de 220 pessoas.