PousoAlegrenet

Menu

Homem que morreu após acidente de moto em Pouso Alegre tem órgãos doados

David ficou internado três dias até ter a morte cerebral confirmada. Ele havia manifestado a família que queria doar seus órgãos ao morrer

David era agente penitenciário (Foto: Redes Sociais)

“Onde quase ninguém vê esperança, o doador de órgãos enxerga vida”. Assim foi descrito o último ato solidário do agente penitenciário David Eduardo Pinto, de 35 anos.

David sofreu um acidente de moto na última quarta-feira (7) na Av. Prefeito Olavo Gomes de Oliveira. Ele voltava para casa quando um carro entrou em sua frente. Na queda, o capacete se soltou, e David bateu com a cabeça no asfalto.  Ele sofreu um traumatismo craniano, e três dias depois teve a morte cerebral confirmada.

Acidente aconteceu na quarta-feira (Foto: Redes Sociais)

A captação foi providenciada após a família informar que David tinha manifestado que ao morrer, queria que seus órgãos fossem doados.

Neste domingo (11), equipes do Hospital das Clínicas Samuel Libânio (HCSL) e profissionais de Belo Horizonte realizaram o procedimento. Agora, seu fígado, coração, rins e córneas ajudará outras pessoas a viver.

Transplante realizado neste domingo (Foto: Divulgação HCSL)

“A fila de espera para receber um órgão doado aumenta cada dia mais. Felizmente estamos encontrando famílias conscientes que fazem essa doação em prol de outras pessoas”, conta Alessandra Mota, enfermeira da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos (CIHDOTT).

Qualquer pessoa pode manifestar o desejo de ser doadora, independente da faixa etária. É necessário apenas comunicar os familiares mais próximos, pois é a família que autoriza os procedimentos. Mais informações pelo telefone 3429-3284.

David havia comunicado a família desejo de ser doador (Foto: Redes Sociais)