PousoAlegrenet

Menu

Câmara aprova definitivamente extinção da Guarda Municipal em Pouso Alegre

Com projeto fora da pauta do dia, poucos guardas estavam presentes. Projeto foi inserido durante a sessão e aprovado em votação única

Com projeto fora da pauta do dia, poucos guardas estavam presentes (Imagem: TV Câmara)

A Câmara municipal aprovou definitivamente na noite desta terça-feira (26) a extinção da guarda municipal. O projeto foi inserido na pauta do dia durante a sessão, e foi aprovado em votação única. Como projeto inicialmente fora da pauta de votação, poucos guardas municipais estavam presentes.

Outro projeto que removia a guarda da lei orgânica municipal, abrindo caminho para a extinção da instituição, foi aprovado na sexta-feira (22).

Durante a sessão, vereadores de oposição tentaram emplacar, sem sucesso, uma emenda para adiar a entrada em vigor da extinção.

Votos

O projeto

Pelo projeto, os servidores da guarda seriam reaproveitados em funções compatíveis, sem prejuízo remuneratório. Mas segundo o sindicato, a perda chegaria a até 60%, já que além da remuneração, os guardas recebem pela atividade adicionais de periculosidade e horas-extras.

A principal justificativa do prefeito Rafael Simões (PSDB) é o corte de gastos e enxugamento da máquina pública. No projeto, o prefeito disse que atualmente a guarda não atende de forma satisfatória seu propósito, e que é necessária uma guarda armada. Porém, segundo Simões, não é vantajoso custear treinamento e armamento para os atuais guardas, que em larga maioria estão prestes a se aposentar.