PousoAlegrenet

Menu

Como foi a madrugada de terror durante ataque a banco em Pouso Alegre

Bandidos fizeram reféns, trocaram tiros com a polícia e realizaram explosões

Moradores de Pouso Alegre acordaram assustados com o barulho de tiros na madrugada desta segunda-feira (20). Ladrões fortemente armados atacaram uma agência da Caixa Econômica Federal no centro da cidade.

Na ação, fizeram reféns e realizaram diversos disparos com armamento pesado. Houve troca de tiros com a polícia.

A ação teve início por volta das 15 pras duas da madrugada. Primeiro eles fizeram como reféns pessoas que estavam em um posto de combustíveis. Eles moveram câmeras de segurança e atiraram de fuzil contra um computador onde ficaria imagens.

Os bandidos passaram a render todos os veículos que passavam pelo local, inclusive um ônibus de viagem intermunicipal. Eles revistavam as pessoas, mandavam os homens retirarem as camisas, e os obrigavam a ficar ajoelhados e olhando para o chão em uma rotatória.

Um homem que mora em um prédio atrás da agência atacada contou a imprensa o susto que passou: “Na terceira explosão chegou a tremer o prédio”.

Após aproximadamente meio hora de ação, os bandidos fugiram. Não há informações se eles teriam levado alguém como refém. Eles mandaram os reféns ficarem de cabeça abaixada por 10 minutos. Eles seguiram pela Av. Dr. Lisboa, usaram ruas adjacentes, até a saída do bairro São João, rumo ao interior paulista.

Até o momento não há informações sobre o que foi levado pelos bandidos. Os caixas eletrônicos não foram destruídos. Uma perita da Polícia Civil já esteve na agência, mas não pode prosseguir com os trabalhos após encontrar um envelope, suspeito de conter algum artefato explosivo. Um esquadrão antibomba foi chamada para ir ao local.

A Polícia Militar realizou um cerco na região. Segundo a PM, chegou a haver perseguição no estado de São Paulo. Nesta manhã, dois veículos usados pelos bandidos foram encontrados em um cafezal em Santo Antônio do Jardim. Até o momento, nenhum dos bandidos foi preso.