PousoAlegrenet

Menu

IFSuldeMinas estima perder R$ 16 milhões por ano com bloqueio anunciado pelo MEC

Ministério da Educação (MEC) decidiu bloquear 30% das verbas das instituições federais de todo país, mas segundo o IF, bloqueio chegaria a quase 40%

Unidade em Pouso Alegre do IFSuldeMinas (Foto: Arquivo Prefeitura)

O Instituto Federal do Sul de Minas divulgou uma nota sobre a decisão do Ministério da Educação (MEC) de bloquear 30% das verbas das instituições federais de todo país, anunciada na última terça-feira (30).

Segundo a IFSULDEMINAS, o bloqueio imposto pelo Governo, descontado o valor do Auxílio Estudantil, representa um contingenciamento de 39,86% do orçamento institucional de funcionamento, número maior que os 30% citados pelo governo. O valor chegaria a R$ 16 milhões.

Na nota, a reitoria do IF prevê impactos a estudantes e servidores. Entre os prejuízos, segundo o IF, está o corte no custeio integral de alimentação e moradia de estudantes, pagamentos de serviços básicos, como água e energia elétrica, além da compra de ração para animais, no caso de escolas fazenda. O instituto também prevê demissão de funcionário terceirizados, além de revisão dos processos de bolsas, gastos em viagens técnicas e eventos de pesquisa.

Unidade em Pouso Alegre do IFSuldeMinas (Foto: Arquivo Prefeitura)

Ainda na nota, o IF destacou alguns de seus indicadores, como a nota máxima no MEC e o menor custo por aluno matriculado. Segundo o IF Sul de Minas, seus aluno custam em média R$ 14.244 por ano (R$ 1.187 ao mês), valor menor do que a média nacional de R$ 15.722.

O IFSULDEMINAS atende a mais de 50 municípios do Estado, contando com quase 27 mil alunos, divididos em 263 cursos técnicos, superiores, de especialização, mestrado, FIC e diversos tipos de capacitação profissional. Além de Pouso Alegre, o IFSULDEMINAS tem câmpus em Inconfidentes, Machado, Muzambinho, Carmo de Minas, Passos, Pouso Alegre, Poços de Caldas e Três Corações.