PousoAlegrenet

Menu

Proibição de canudos de plástico é aprovada pela Câmara de Pouso Alegre

Canudinhos de plástico serão totalmente proibidos na cidade um ano após a Lei ser sancionada pelo prefeito. Justificativa é o longo tempo de decomposição do material

Canudos de plástico serão totalmente proibidos um ano após a Lei ser sancionada

Foi aprovado em segunda votação, na sessão da última terça-feira (25), o Projeto de Lei que prevê a diminuição gradativa da utilização, fornecimento e distribuição de canudos de plástico em Pouso Alegre.

 

Segundo o projeto, a proibição dos canudinhos vai acontecer gradativamente. Um ano após a lei ser sancionada pelo prefeito, os canudos devem ser definitivamente extintos.

 

Com a lei, a fabricação dos canudos plásticos na cidade terá que atender às novas exigências. As empresas situadas em Pouso Alegre deverão estampar as informações necessárias sobre qual aditivo está utilizado na embalagem, com a logomarca do aditivo e informando que a mesma é oxi-biodegradável, ou seja, apresenta degradação inicial por oxidação acelerada por luz e calor.

 

O PL de autoria do vereador André Prado (PV), sugere que o Poder Executivo promova campanhas educativas sobre as vantagens da Lei, fiscalize o cumprimento e imponha penalidades aos comércios que descumprirem.

 

De acordo com a justificativa do projeto, o canudo de plástico leva em torno de 300 anos para se decompor no meio ambiente, havendo alternativas mais sustentáveis.

 

Ainda conforme a justificativa, diversos países do mundo já baniram os canudos de plástico. No Brasil, a proibição é uma tendência, sendo que, algumas grandes cidades como o Rio de Janeiro já o proibiram.