PousoAlegrenet

Menu

Voluntários encontram 50 kg de lixo e esgoto clandestino no rio Sapucaí Mirim em Pouso Alegre

Munidos de caiaques e barcos, o grupo formado por 20 pessoas fizeram o mapeamento do trecho para o projeto Ecobarreiras, que está sendo desenvolvido para a contenção da poluição fluvial na região da Bacia do Sapucaí

Foto: Prefeitura

Cerca de 50 quilos de poluentes foram retirados durante uma descida para mapeamento de esgoto no Rio Sapucaí Mirim no sábado (27) em Pouso Alegre. A descida, feita pela Ong Manducaí em parceria com a prefeitura, visa mapear pontos de esgoto para o projeto Ecobarreiras, que está sendo desenvolvido para a contenção da poluição fluvial na região da Bacia do Sapucaí.

Munidos de caiaques e barcos, o grupo formado por 20 pessoas tinha voluntários da Manducaí, um vereador e o secretário de planejamento e meio ambiente. Nos 10km que navegaram, eles retiraram garrafas pets, resíduos de isopor e outros materiais que aceleram o processo de poluição do rio.

Foto: Prefeitura

O secretário Alberto Maia destacou a importância da ação que além da retira do lixo, flagrou uma descarga de esgoto caindo diretamente no rio . “Esse material recolhido e o esgoto são exemplos do grave problema da poluição por que passa o Rio Sapucaí Mirim”, afirma.

Apesar da gravidade ambiental ocasionada pelo lançamento de lixo no leito do Sapucaí Mirim, o vereador Bruno Dias ressalta que ainda é possível, com ações planejadas, resgatar a vida no rio. “O Sapucaí ainda tem vida, é navegável, encontramos bichos como capivaras. Ao contrário do Rio Mandu, que precisa de salvação e, em seu trecho urbano, está visivelmente morto”, completa.

Foto: Prefeitura

A ação também foi comemorada pela Ong: “Foi um passo maior ainda para que num futuro próximo a Ecobarreira seja instalada e todo o material contido nela seja destinado para a reciclagem”.

Quase um milhão de pessoas de 48 cidades da região sobrevivem no entorno da Bacia do Rio Sapucaí. Um de seus afluentes, o Rio Mandu, atravessa Pouso Alegre e já foi, há muitas décadas, navegável e um importante espaço de lazer.

Foto: Prefeitura

Foto: Prefeitura

Foto: Prefeitura