PousoAlegrenet

Menu

Moradores de rua interditada devem ganhar apartamento ainda esse ano em Pouso Alegre

Problema se arrastava há mais de uma década. Em 2012 a prefeitura foi condenada pela justiça a encontrar uma solução, mas não resolveu. Atual gestão firmou um contrato de permuta para resolver o problema

Rua Corruíra (Foto: PousoAlegrenet)

Alguns moradores que tiveram as casas condenadas por risco de desabamento na rua Curruíra no bairro São João em Pouso Alegre deverão ganhar ainda este ano apartamentos novos para morar. Segundo a prefeitura, foi assinada nesta quinta-feira (12) um contrato de permuta com a construtora BRZ para resolver a questão.

No contrato, a prefeitura cederá a construtora uma terreno de 18.500 m2, que fica a 300 metros do local – onde hoje fica um campo de futebol. Em contrapartida, a BRZ deverá construir uma escola modelo no Jardim Aeroporto, e dois prédios com seis apartamentos cada. Esses 12 apartamentos serão destinados aos moradores que tiveram as casas condenadas.

Ainda conforme a prefeitura, a estimativa é que os apartamentos fiquem prontos até dezembro, e a escola no ano que vem.

Assinatura da permuta (Foto: Prefeitura)

Problema se arrastava há mais de uma década

Os terrenos foram doados na década de 90, e o barranco começou a se formar quando a própria prefeitura começou a tirar terra do local para fazer obras.

Em 2006 a defesa Civil constatou o risco de desabamento e algumas famílias entraram na justiça contra a prefeitura por não terem para onde ir. Em 2012, a justiça decidiu que o município deveria encontrar uma solução para retirar as famílias da Rua Curruíra.

A solução só veio 13 anos depois. A proposta foi aprovada pela Câmara, e após chamamento público, ficou definido que a construtora seria a BRZ Empreendimentos. Com a permuta, e os novos apartamentos prontos, os imóveis condenados pela Defesa Civil serão demolidos assim que os moradores saírem. No local, a prefeitura pretende montar uma área de convívio comunitário.