PousoAlegrenet

Menu

Mulher encontrada morta e amarrada não morreu de causa violenta em Pouso Alegre

Laudo do IML apontou que vítima não morreu por agressões externas, e pode ter morrido de problema de saúde. Corte pequeno no pescoço foi descartado como causa da morte. Vítima foi encontrada amarrada e com a casa revirada

Senhora foi encontrada morta dentro de casa no bairro Cabritas (Foto: PousoAlegrenet)

A Polícia ainda investiga o misterioso caso da morte de uma senhora de 59 anos no bairro rural Cabritas em Pouso Alegre. Jandira Ribeiro da Costa foi encontrada morta com as mãos amarradas para trás dentro de seu quarto nesta terça-feira (7).

Segundo apurado pelo PousoAlegrenet, o laudo do Instituto Médico Legal apontou a causa da morte como indefinida, quando não é causada por fatores externos, como agressões. Nesses casos, a vítima pode ter morrido por problemas de saúde, como infarto, isquemia cerebral ou qualquer outro. Segundo familiares, a vítima tinha problemas de saúde e tomava uma série de medicamentos.

Segundo a Polícia Militar, o irmão da vítima contou que por volta das 10 horas da manhã foi levar almoço para ela, mas não foi atendido no portão. Com a ajuda de um amigo, eles pularam o muro, e viram pela janela a mulher ajoelhada ao lado da cama com as mãos para trás aparentando estarem amarradas.

Desconfiado, o irmão chamou o Samu, que se deparou com a casa toda revirada e a vítima com as mãos amarradas, e acionou a Polícia Militar. A vítima tinha um corte pequeno próximo ao pescoço, que segundo o IML não foi a causa da morte.

O velório começou ainda na noite desta terça-feira (7) e o sepultamento ocorreu no final da manhã desta quarta-feira (8). No local, familiares e amigos enlutados procuravam entender o que aconteceu.

Jandira era viúva, perdeu o marido há poucos anos devido a câncer, e não tinha filhos. Era bem conhecida por um pesqueiro que teve com seu falecido marido. Ela morava sozinha na zona rural, e segundo a família, era muito reclusa.

Senhora foi encontrada morta dentro de casa no bairro Cabritas (Foto: PousoAlegrenet)

O PousoAlegrenet também esteve no bairro das Cabritas. Apesar de haver patrulhamento rural da PM, a morte misteriosa abala a tranquilidade dos moradores daquele bairro. O sítio de Dona Jandira fica próximo a outros, onde seria até possível ouvir gritos de socorro da idosa, caso esta tenha pedido.

A princípio a Polícia trata o caso como Latrocínio, de roubo seguido por morte. O motivo para a casa ter sido revirada teria sido o dinheiro que a vítima guardaria no local.

A Polícia Civil e Militar evitam dar mais detalhes do caso para não atrapalhar as investigações. Também ainda não há informações de suspeitos.