PousoAlegrenet

Menu

Extrema decreta toque de recolher das 17h as 6h da manhã, fecha entrada e proíbe comercio e industria

Algumas exceções poderão funcionar durante o dia, mas deverão fechar as 16h30. Quem não cumprir decreto terá alvará cassado e será interditado

Extrema decretou toque de recolher

A Prefeitura de Extrema (MG) decretou toque de recolher entre 17 horas e 6h da manhã pelos próximos oito dias no município. Durante este período, ninguém poderá sair de casa, a não ser para comprar medicamentos, transportar pacientes para unidades de saúde, ou para a prestação de serviços do interesse público.

O município também proibiu qualquer atividade comercial e industrial durante o mesmo período. A exceção são as ligadas a produção, distribuição e entrega de produtos de saúde, higiene, alimentos e bebidas; distribuição e comercialização de combustíveis e farmácias e delivery de gêneros alimentícios e produtos agropecuários.

Demais serviços essenciais, como supermercados, mercados, açougues, padarias, peixarias, hortifruti deverão suspender suas atividades 30 minutos antes do horário estipulado para o deslocamento de seus colaboradores até suas residências.

Conforme a prefeitura, o estabelecimento que não cumprir o decreto terá seu alvará de funcionamento cassado e será interditado imediatamente. A medida deverá valer enquanto perdurar o estado de emergência causado pelo coronavírus.

A entrada da cidade também teve o fechamento decretado. Está proibida a entrada, circulação e permanência de ônibus de turismo ou excursões, micro-ônibus, vans, táxis e carros de aplicativo em todo o território de Extrema. Carros de outra cidade só poderão permanecer em Extrema com comprovação de endereço fixo ou trabalho na cidade.

Conforme os últimos números da Secretaria Estadual de Saúde, o município tem cinco casos suspeitos do novo coronavírus. A cidade é a primeira do Sul de Minas a tomar a medida para tentar conter o avanço do vírus.