PousoAlegrenet

Menu

Hospital Samuel Libânio passa a atender apenas urgências, emergências e casos suspeitos do Coronavírus

A medida visa priorizar esses atendimentos e coibir o avanço da pandemia

Foto: Ascom Fuvs

O hospital das Clínicas Samuel Libânio passou a atender apenas urgências, emergências e casos suspeitos do Coronavírus. A medida visa priorizar esses atendimentos e coibir o avanço da pandemia.

O hospital orienta que os pacientes devem procurar Pronto Atendimentos ou Unidades Básicas de Saúde (UBS) mais próximos de sua residência.

Hospital Samuel Libânio explica porque ficar em casa ajuda no combate ao COVID-19

A direção do Hospital das Clínicas Samuel Libânio (HCSL), sempre preocupada com o bem-estar da população e acompanhando de perto a pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), divulga informações importantes para ajudar a conhecer essa nova doença.

O COVID-19 (Coronavírus) já provocou mais de 3 mil mortes na China (onde começou) e rapidamente se espalhou pelo mundo. No Brasil, o vírus circula entre a população e há casos de transmissão comunitária (quando não se sabe a origem da contaminação) em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Segundo o Ministério da Saúde, se cuidados básicos para conter o vírus não forem tomados, o número de infectados pode dobrar em apenas três dias. Como ocorreu na Itália, o grande avanço da doença tem potencial de gerar um colapso no sistema de saúde, prejudicando o atendimento e colocando em risco a vida de pacientes com outros problemas, como por exemplo, aqueles que sofreram acidentes de trânsito ou infartos.

No entanto, especialistas da área de saúde dizem que não há motivo para pânico, pois o vírus tem baixa letalidade (cerca de 3,4%) e grau de contágio moderado. O momento vivido agora é de aumentar os cuidados com a prevenção. Isso vale para todos.

Não é porque você está fora dos grupos de risco (idosos, pessoas com diabetes e problemas cardiovasculares, por exemplo) que não deve ficar atento. Ao se proteger, você evita que o problema avance e protege todos ao seu redor.

Então, a direção do Hospital Samuel Libânio solicita que você evite frequentar lugares aglomerados ou por onde passam muitas pessoas. A Arquidiocese de Pouso Alegre, por exemplo, publicou um decreto do arcebispo metropolitano, dom José Luiz Majella Delgado, suspendendo todas as celebrações, inclusive missas e Semana Santa pelo prazo de 30 dias. Neste sentido, a direção do Hospital Samuel Libânio solicita, se puder, prefira ficar e trabalhar em casa. Ao se expor desnecessariamente, você corre risco de ficar doente. E mesmo que tenha apenas sintomas leves da COVID-19 (ou nem tenha sintomas), estará sujeito a transmiti-la a quem pode apresentar problemas graves, colocando um número maior de vidas em perigo.