PousoAlegrenet

Menu

Obras para minimizar inundações no centro começam na próxima semana em Pouso Alegre

Obra irá captar água na parte alta do Primavera e Medicina, e redistribui-la. Uma terceira galeria também será construída

Na próxima quarta-feira (3), começam as obras de drenagem pluvial da bacia do Primavera, em Pouso Alegre. O objetivo é conter as inundações no centro da cidade.

O problema é antigo. Desde os anos 80, muitas obras foram realizadas na tentativa de solucionar o problema. E muito dinheiro público, foi gasto sem sucesso.

“As obras que foram feitas, foram feitas aonde que a água chega. Esqueceram que teríamos que captar a água na parte alta. Então quando havia chuvas com grande volume, a água chegava muito rapidamente na parte de alagamento, afogava as manilhas, até porque lá na Monsenhor Dutra a água tem que subir morro, pelo projeto que foi executado em 2015. Fica difícil”, explicou o prefeito Rafael Simões.

Com as obras, ao invés das águas escorrerem sob o asfalto, boa parte dela será captada pelas bocas de lobo na parte alta da região do Primavera e Medicina, e será redistribuída a outros pontos, reduzindo velocidade e também quantidade de enchimento das galerias.

“Hoje nós estamos criando mais uma galeria. Além de captarmos água na parte alta, nós criamos uma nova galeria, e então nós vamos ter hoje três galerias recebendo todo o fluxo de água. E com isso diminuindo o volume das duas galerias existentes, com a transferência para a terceira galeria”, explicou Simões.

Serão quase 5 mil metros de galeria. O projeto também contempla a pavimentação da área onde ocorre as obras. O investimento é de 17 milhões de reais, sendo 14 financiado junto a Caixa. A previsão é de conclusão em 15 meses. A prefeitura pede paciência aos moradores e comerciantes.

Dona de uma loja na Rua Comendador José Garcia, a comerciante Monique Prado da Silva espera que as obras resolvam o problema: “A gente espera que resolva né, é bem complicado”, disse.

Segundo a prefeitura, estudos apontaram que a solução minimizará significativamente os alagamentos na região central.