PousoAlegrenet

Menu

MP não encontra irregularidade e arquiva investigação sobre compra de álcool gel pela prefeitura de Pouso Alegre

Jornal impresso local anunciou que comprou os mesmos produtos por preços menores do que a prefeitura. Mas compras da prefeitura foram no início da pandemia, quando havia alta de preços devido falta de produtos

Foto: Arquivo PousoAlegrenet

O Ministério Público determinou nesta segunda-feira (14) o arquivamento de uma investigação sobre a compra de álcool gel pela Prefeitura de Pouso Alegre. A decisão é da 5ª Promotoria de Justiça da Comarca de Pouso Alegre.

A investigação havia sido aberta pela Procuradoria Regional da República, mas foi remetida ao Ministério Público de Minas Gerais após a prefeitura ter comprovado que não utilizou recursos federais na compra.

A denúncia partiu de uma notícia veiculada por um jornal impresso local, que anunciou que comprou os mesmos produtos por preços menores do que a prefeitura. Porém, as compras foram em momentos totalmente diferentes.

Segundo o Ministério Público, a prefeitura enviou documentação comprovando que comprou os produtos no início da pandemia, quando houve aumento de preços devido a falta e pouca disponibilidade dos produtos, fato divulgado por toda a imprensa nacional.

Os documentos ainda provaram que a prefeitura de Pouso Alegre pagou valores menores do que outros órgãos públicos.