PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu

Afastamentos de professores por suspeita de Covid foi antes do retorno às aulas presenciais, esclarece prefeitura de Pouso Alegre

Presidente do Sindicato e opositora ao governo Simões, Dulcineia Costa (PV), disse a EPTV que sete professores foram afastados após retorno as aulas. Segundo a prefeitura, são dois, e foi antes do retorno

Dulcineia durante entrevista a EPTV (Reprodução EPTV)

A prefeitura de Pouso Alegre rebateu por meio de nota nesta sexta-feira (26) as informações divulgadas pela presidente do Sipromag (Sindicato dos Profissionais Magistério da Rede Municipal de Ensino de Pouso Alegre) em entrevista a EPTV.

Na entrevista, a presidente do Sindicato, Dulcinéia Costa [que é ex-vereadora e opositora do governo Simões], disse que, após o retorno as aulas presenciais, sete professores foram afastados com suspeita de Covid.

Segundo a prefeitura, a informação não procede. Ao invés de sete, seriam apenas dois profissionais, e eles teriam sido afastados antes do retorno, e não depois, como disse Dulcinéia.

O Sindicato é contra o retorno presencial das aulas e teve um pedido negado pela justiça nessa semana para impedir o retorno.

Confira a nota completa:

A Prefeitura Municipal de Pouso Alegre informa que no momento não há confirmação de professores da rede municipal que tenham testado positivo para o novo coronavírus e que não procede a afirmação de que há sete professores da Rede Municipal com Covid-19.

Até o momento, dois professores estão em isolamento domiciliar devido suspeitas em parentes. Entretanto, o isolamento desses professores aconteceu antes do dia 22 de fevereiro, data em que as aulas presenciais retornaram.

Informa, também, que de acordo com a OMS em menos de cinco dias não seria possível detectar os sintomas do contágio pelo coronavírus.

Em relação às notícias falsas com o objetivo de causar pânico na população, informamos que a Prefeitura tomará as medidas judiciais para evitar que os alunos e suas famílias sejam prejudicados.