PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu

Fiéis oram por vítimas da Covid e profissionais da saúde do HCSL em Pouso Alegre

Grupo de Oração e Intercessão da Igreja do Evangelho Quadrangular levou uma legião de fiéis para orar em frente as unidades de saúde

O início da noite deste sábado, 3 de abril, foi de muita oração para os profissionais da saúde e as vítimas da COVID-19 internadas no Hospital das Clínicas Samuel Libânio (HCSL), Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) e Hospital Santa Paula. O Grupo de Oração e Intercessão da Igreja do Evangelho Quadrangular levou uma legião de fiéis para orar em frente as unidades de saúde.

A intenção dos membros da Igreja é levar um pouco de alívio para os médicos, enfermeiros, profissionais da saúde e pacientes internados com a COVID-19 nos hospitais. “Somos um grupo de oração e intercessão da Igreja do Evangelho Quadrangular. Esse grupo tem o propósito de orar pelos enfermos, não só os que estão com COVID-19, mas pela saúde e restauração dos doentes. Oramos também por todos os profissionais da saúde que estão na linha de frente e não medem esforços pra cuidar das vidas. Agradecemos a Deus pela oportunidade de poder clamar a Deus pela falência desse vírus e que o Senhor abençoe a todos vocês, e lhes dê forças para vencer essa batalha”, disse Rosângela Souza Pereira, líder do Ministério de Oração e Intercessão da Igreja do Evangelho Quadrangular. O momento de oração contou com a presença de membros da Equipe Uniora MG.

Muitos pacientes e profissionais da saúde se emocionaram com a oração proferida com fé pelos fiéis da Igreja do Evangelho Quadrangular, como é o caso da enfermeira que atua no Hospital Samuel Libânio, Caroline Faria Santos, que também é membro da Igreja. “Estávamos no nosso horário de trabalho e nos deparamos com irmãos que tiveram iniciativa de estar intercedendo a Deus pelos doentes e profissionais de saúde. Eu acredito, e já tive experiências, de que a fé nesses momentos difíceis e muitas vezes quando fogem do nosso controle, facilita o enfrentamento, conforta o coração das pessoas e faz Deus mover os céus e operar milagres. Muito grata por essas pessoas bondosas cheias de Deus nos fortalecendo lá fora”, disse.

Rosângela Pereira disse que as orações em frente aos hospitais irão continuar durante sete sábados. “Pedimos a Deus a cura do coronavírus. Imploramos a Deus que os leitos esvaziem e que a saúde seja restaurada na cidade”, finaliza.

* Conteúdo produzido pela Assessoria de Comunicação da FUVS