PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu
PróximoAnterior

Após xingamentos a pouso-alegrense, FMF divulga imagens do VAR e América reconhece ‘bela arbitragem’ na final

Felipe Fernandes acertou nos lances polêmicos da final, concluiu a FMF. Ele foi muito xingado - injustamente - por integrantes do América e torcedores das duas equipes

PróximoAnterior
Reprodução Globo

Dois dias após sofrer duras críticas e xingamentos, o arbitro pouso-alegrense Felipe Fernandes teve finalmente reconhecida sua bela arbitragem na final do mineiro, entre América e Atlético.

A Federação Mineira de Futebol divulgou imagens do VAR que mostram que Felipe acertou nos lances polêmicos da partida: Um penalti marcado e outro não marcado para o América.

Na avaliação do presidente da comissão, Juliano Lopes Lobato, no pênalti reclamado nos acréscimos, Bauerman do América não foi tocado por Igor Rabello do Atlético, e sim pelo companheiro de time, o volante Alê, o que fez cair no gramado.

PróximoAnterior

"O jogador do América-MG sobe para cabecear a bola, já está no seu plano de voo, é tocado pelo jogador número 11, da própria equipe do América. Não há qualquer tipo de falta do jogador do Atlético no atleta do América", disse Juliano Lopes.

Após reclamação do América, o jogo é paralisado, e o árbitro coloca a mão na orelha algumas vezes, sinalizando comunicação do VAR (árbitro de vídeo). Entretanto, sem ser chamado para checar o lance, manda o jogo seguir. O presidente da comissão explicou a decisão: "Enquanto isso, a imagem estava sendo checada, pela cabine do VAR, que chegou à conclusão de campo, que não houve falta", disse.

Jogador do América é empurrado pelo próprio companheiro (Foto: VAR/FMF)

O presidente da comissão de arbitragem também, em sua análise, avalia que o árbitro Felipe Fernandes acertou na penalidade em cima de Felipe Azevedo, aos quatro minutos do segundo tempo. Para ele, Igor Rabello faz uma carga nas costas do atacante americano.

"O jogador do Atlético faz uma carga nas costas do jogador do América, usando força desproporcional. Com essa carga, o atleta cai no chão, e uma penalidade é marcada. Nesse caso, a cabine do VAR estava checando a imagem que o árbitro marcou a penalidade, bem colocado no jogo, de frente para o lance. A imagem foi checada e mostrou que o árbitro acertou ao não marcar a penalidade", concluiu.

Após ver imagens, dirigente elogia Felipe, e muda críticas para o comando: "ele apitou muito bem"

Após ver as imagens, o dirigente do América, Marcus Salum, enalteceu a arbitragem de Felipe Fernandes, e passou a criticar o comando de arbitragem:

"O juiz tentou ir na cabine e foi impedido pelo comando, dizendo que não havia necessidade, ele chegou a perguntar, e a gente lamenta muito isso, que isso mancha uma bela arbitragem do Felipe no jogo, que eu tenho que reconhecer que ele apitou muito bem", disse Marcus Salum.

Volante expulso teria chamado Felipe de 'safado'

Felipe Fernandes teve que lidar com inúmeras ofensas. Dentro de campo, ele expulsou o volante Sabino, do América, que teria o chamado de 'safado'. ‘Vai olhar o VAR, seu safado, foi pênalti claro. Vai tomar no ..., você tá de sacanagem”, relatou Felipe Fernandes na sumula.

Técnico do América chamou Felipe de 'pipoqueiro'

Outro que abusou dos xingamentos foi o técnico Lisca, do América. Ele chamou Felipe Fernandes de Pipoqueiro, e não foi a primeira vez.

"Tivemos um pênalti sonegado muito claro. O Brasil inteiro viu. Acho que o Felipe tem que procurar outra coisa para fazer. Agora, ele vai apitar Copa do Brasil, jogos importantes. Mas, aqui em Minas Gerais, ele, infelizmente, tem sido muito incompetente nos jogos. Não só ele, mas o VAR também. O Emerson (de Almeida Ferreira, que estava como árbitro de vídeo na decisão), o Ricardo (Marques Ribeiro, que também integrava a equipe do VAR). São caras de alto nível. Apitaram bem, mas, hoje, erraram feio. Era só chamar o juiz para ver o lance. Há um empurrão com as duas mãos do Igor. O Eduardo estava inteiro para fazer o gol”, disparou Lisca.

"Ele (árbitro) não tem coragem. Ele é pipoqueiro”, completou o treinador do América.

Vizinhos colocaram música "Se gritar pega ladrão" quando Felipe chegava em casa

As ofensas invadiram até a intimidade do arbitro. Ao chegar no apartamento onde mora, um vizinho atletico colocou alto a música "Reunião de Bacana", cuja letra diz: "Se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão". Para piorar, as imagens de Felipe chegando em casa com a música tocando foram parar na internet.

"Foi um episódio no qual me senti muito ofendido e exposto. Os outros integrantes (da arbitragem) também se sentiram ofendidos e também irão processá-lo", declarou.