PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu
PróximoAnterior

Familiares dizem que psicóloga encontrada morta iria se separar do marido, e não acreditam em suicídio

Suicídio não foi descartado pela Polícia. Segundo o marido, Marilda teria tentado se suicidar no inicio do ano, e ficado em coma no hospital

PróximoAnterior
Foto: PousoAlegrenet

Familiares da psicóloga encontrada morta no domingo (22) em Pouso Alegre falaram com a imprensa. Eles disseram que Marilda Matias iria se separar do marido, e que não acreditam na hipótese de suicídio. Marilda estava amarrada, dentro do porta-malas do carro estacionado na garagem de casa.

O suicídio não foi descartado pela Polícia. Segundo o marido, Marilda teria tentado se suicidar no inicio do ano, e ficado em coma no hospital.

PróximoAnterior
Marilda tinha 37 anos (Foto: Redes Sociais)

Para a imprensa, os familiares disseram que Marilda era muito reservada, e que estava sim triste, mas que não tiraria a própria vida. Ela não estaria feliz com o relacionamento, e teria comentado de voltar a morar com a mãe, em Bauru (SP).

Pessoas próximas também disseram que o casal brigou recentemente e estaria se separando. O casal não tinha filhos, o que segundo familiares, seria um desejo do marido, e motivo de cobrança dele a esposa.

Familiares disseram que Marilda era uma pessoa muito reservada (Foto: Redes Sociais)

A família está inconformada, e disse esperar que seja feita justiça.

O marido não quis falar com a imprensa até o momento. O advogado dele, disse que o cliente está colaborando com as investigações.