PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu
PróximoAnterior

Pouso Alegre não tem risco de desabastecimento com paralisação convocada pelo Sindicato dos tanqueiros de MG, explica dono de posto

Segundo Anselmo Rigotti, grande parte dos tanqueiros não participam do Sindicato, e movimento se concentra em Betim. Boa parte do abastecimento de Pouso Alegre vem de Careaçu. SP também é opção, mas preço aumentaria ainda mais

PróximoAnterior
Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Pouso Alegre não tem risco de desabastecimento com a paralisação por tempo indeterminada anunciada pelo Sindicato dos Tanqueiros de Minas Gerais. O PousoAlegrenet ouviu o empresário Anselmo Rigotti, dono de alguns postos na cidade. Segundo ele, não há chance de desabastecimento:

“Grande parte dos que transportam combustível não fazem parte desse sindicato. E isso é só Minas Gerais, em Betim [onde Sindicalistas bloquearam o acesso a uma base de abastecimento]. Pode ser que aqui na base da Ruff, em Careaçu, e que é responsável por grande parte do abastecimento no Sul de Minas, abra normal. E ainda, como é só Minas Gerais, temos a alternativa de buscar em São José dos Campos, Paulínia, São Paulo capital onde tem outras bases. Só que dai tem que pagar imposto diferente, quando vem de fora do estado sobe 15, 18 centavos o combustível”.

PróximoAnterior

Anselmo explica que os postos mais prejudicados seriam os vinculados a grandes distribuidoras, como Shell, Ipiranga e BR: “Essas grandes distribuidoras, dentro de Minas a base mais próxima é Belo Horizonte. Esses postos bandeira branca, multimarca, 90% carregam em Careaçu”, explica Rigotti.

Quanto aos estoques ele reforça que se deve evitar alarmismo: “Pode ser que os estoques durem pouco. Estoque para 3, 4, 5 dias. O perigo é o pessoal correr para os postos para encher tanque. Dai o estoque de 3 dias dura meio…. Mas como o caso está restrito a Minas, sempre vai ter a facilidade de correr em São Paulo, pagar mais caro, mas trazer o combustível”, reforça.