PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu
PróximoAnterior

Idoso é morto após reagir a ação e atacar PM em Borda da Mata

Segundo a PM, o lavrador de 68 anos atingiu um policial com golpes de facão e depois trocou tiros com os outros militares. Ele foi baleado no peito e no abdômen. Policial teve ferimentos graves; Perícia aponta que PMs deram 54 tiros na casa

PróximoAnterior
Cesar Lino da Silva tinha 68 anos (Reprodução EPTV)

Um lavrador de 68 anos morreu baleado após ter atacado policiais militares na noite desta quarta-feira (13) na zona rural de Borda da Mata (MG). Segundo a Polícia Militar, o idoso atingiu um policial com golpes de facão e depois trocou tiros com os outros militares.

A ocorrência teve início após um vizinho informar aos policiais militares que o autor estaria de posse de duas armas de fogo e que, durante uma desavença que tiveram no feriado, o autor teria apresentado o revólver. A desavença seria por causa de um boi que teria rompido os limites da propriedade.

Foto: PM

Na propriedade rural, os militares fizeram contato com o autor, sendo que ele saiu da residência e permaneceu no terreno da casa respondendo as indagações dos policiais. Foi explicado ao autor sobre a denúncia recebida pelo vizinho e que foram até o local para verificar as possíveis irregularidades.

Segundo a PM, neste momento, o autor alterou seu estado emocional, ficou irritado, disse que não teria feito nada, retornou para dentro do imóvel e deixou a porta entreaberta.

PróximoAnterior

Ainda de acordo com a PM, um dos militares estava próximo a porta de entrada verbalizando com autor. Ele foi surpreendido pelo lavrador, que de posse de um facão, desferiu dois golpes contra o militar. Os golpes acertaram a cabeça e o joelho direito do PM, que resultou em lesões graves e considerável perda de sangue.

O policial foi imediatamente retirado da frente da porta. Segundo a PM, foi então que o indivíduo passou a efetuar disparos de dentro da residência em direção à porta e à janela onde os militares estavam.

Os policiais militares informaram que verbalizaram para cessar os tiros, mas que o lavrador permaneceu atirando.

De acordo com a PM, foi então que militares efetuaram disparos de arma de fogo, em direção ao interior da residência. Em determinado momento, o indivíduo abriu a janela e efetuou disparos em direção aos militares e novamente os militares efetuaram disparos em direção ao autor.

Após isso, os disparos cessaram. Portanto, os policiais adentraram na residência e verificaram que o autor estava caído ao solo com lesão, mas apresentava sinais vitais.

O autor (68 anos) e o policial militar (33 anos) foram levados ao Pronto Socorro de Borda da Mata. O revólver calibre .32 com as munições deflagradas e o facão sujo de sangue foram encontrados no interior da residência.

O militar deu entrada no Pronto Socorro e devido à gravidade das lesões, foi transferido para o Hospital Samuel Libânio, em Pouso Alegre.

O lavrador chegou ao Pronto Socorro sem vida, apresentando ferimentos provenientes de arma de fogo na região do tórax e abdomem. Ele foi encaminhado ao IML de Pouso Alegre.

Perícia apontou que PM deu 54 tiros contra a casa (Reprodução EPTV)

O local foi isolado e a perícia realizou os trabalhos de praxe. A perícia apontou que PMs deram 54 tiros na casa. Em entrevista à EPTV, o filho do idoso criticou o excesso de força aplicada pela PM.

Segundo a PM, o Comando do 20º Batalhão está adotando todos os procedimentos de Polícia Judiciária Militar que o caso requer.