PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu 11 anos
PróximoAnterior

Estadão corrige notícia e retira Pouso Alegre do topo da lista do ‘Orçamento Secreto’

Porém, o 'equivoco' já está replicado e induzindo novas matérias em diversos veículos de comunicação do país. Algumas delas com foco no prefeito Rafael Simões

PróximoAnterior

O Jornal Estadão corrigiu em seu portal uma notícia e retirou Pouso Alegre do topo da lista do ‘orçamento secreto’. O Estadão e o jornalista sabiam e haviam noticiado dias antes que a Codevasf (empresa Estatal do Governo Federal) fazia compras de altos valores com empresas de máquinas pesadas, como a XCMG, sediada em Pouso Alegre. Esses recursos nunca passaram pelos cofres da prefeitura.

Porém, o ‘equivoco’ já está replicado e induzindo novas matérias em diversos veículos de comunicação do país, como o portal UOL, do grupo da Folha de São Paulo, a Istoé Dinheiro, e o jornal Estado de Minas.

PróximoAnterior

Os três replicaram notícia do Estadão com foco não só em Pouso Alegre, mas principalmente no prefeito Rafael Simões, que pretende ser candidato a deputado federal nas próximas eleições.

No UOL, a matéria “Aliado de Pacheco lidera ranking de verbas do ‘orçamento secreto’ em MG” tem a foto de Rafael Simões na capa, induzindo que o prefeito teria sido beneficiado devido a aliança com Pacheco.

Sem qualquer relação com o ‘orçamento secreto’, a matéria ainda faz questão de lembrar que Simões foi condenado em 1º instância no caso das agulhas, caso também amplamente noticiado por parte da mídia nacional. As condenações do ex-prefeito e integrantes do grupo do PT de Pouso Alegre nunca chamaram a atenção da imprensa nacional.

O chamado ‘Orçamento secreto’ é a não identificação de qual deputado indicou a emenda parlamentar. Algo que tem sido questionado por falta de transparência, mas no âmbito político da esfera federal, já que o município precisa dar transparência, inclusive com votação na Câmara.

Abaixo segue a correção publicada pelo Estadão no final da matéria corrigida: