PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu 11 anos
PróximoAnterior

Simões ganha ainda mais espaço no Sul de Minas com Bilac próximo de ser vice de Zema

Além da liderança conquistada pelo seu trabalho no Hospital Samuel Libânio e Prefeitura de Pouso Alegre, Simões é apontado como 'herdeiro político' do deputado federal Bilac Pinto

PróximoAnterior
Bilac prestigiou Simões no evento onde transmitiu o cargo de prefeito ao Cel. Dimas (Foto: Prefeitura)

Uma matéria do jornal O Tempo desta segunda-feira (4) mostra que o ex-prefeito de Pouso Alegre Rafael Simões está ganhando ainda mais espaço no Sul de Minas como um dos principais nomes da política regional. Além da liderança conquistada pelo seu trabalho no Hospital Samuel Libânio e Prefeitura de Pouso Alegre, Simões é apontado como ‘herdeiro político’ do deputado federal Bilac Pinto, que está muito próximo de ser vice de Zema.

Simões é ator fundamental no tabuleiro da política Sul Mineira. A princípio, a pré-candidatura de Simões a deputado federal parecia disputar eleitorado com Bilac Pinto. Mas a articulação política tem mostrado o contrário: Amigo e apoiador de primeira hora de Bilac, Simões passa a ser uma base de apoio para que Bilac voe mais alto.

PróximoAnterior

“Na prática, Bilac Pinto estaria colocando o agora ex-prefeito [Simões] como uma espécie de seu herdeiro político na região, uma vez que não se candidatará a deputado federal, mas precisa manter sua base eleitoral sob o controle de um aliado político de confiança”, disse matéria do O Tempo.

Bilac muito próximo de ser vice de Zema

Nos bastidores, aliados de Bilac e Zema dão a definição como certeira, apesar da definição sair apenas em maio ou junho. “O martelo, entretanto, já teria sido batido há mais tempo”, afirma o jornal.

A aliança seria importante para Zema, porque agregaria um partido [União Brasil] com muito tempo de TV e tornaria sua chapa mais competitiva, num cenário em que a entrada do senador Carlos Viana no PL para ser o candidato ao governo do presidente Jair Bolsonaro pode dividir o apoio de bolsonaristas a ele.