PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu 11 anos
PróximoAnterior

Hospital Samuel Libânio realiza endoscopia de coluna de forma menos invasiva e inédita em Pouso Alegre

Novo procedimento realizado pelo neurocirurgião Sávio Reis é minimamente invasivo. A recuperação é mais rápida, sem necessidade de internação e apresenta menos riscos para o paciente

PróximoAnterior
Foto: HCSL

O Hospital Samuel Libânio realizou no mês de abril uma endoscopia de coluna de forma menos invasiva e inédita em Pouso Alegre. O procedimento foi realizado pelo neurocirurgião Sávio Reis em uma paciente de 78 anos que sofria com uma hérnia de disco.

“Com a evolução da tecnologia e a estrutura oferecida pelo Hospital Samuel Libânio realizamos novos procedimentos em prol do paciente. Neste caso, optamos pela abordagem endoscópica que é minimamente invasiva e feita com um corte menor, muito menos agressivo para o paciente. A recuperação é muito mais rápida, sem necessidade de internação, e os riscos para o paciente são muito menores. Para se ter uma ideia, nossa paciente foi para casa no mesmo dia que realizamos a endoscopia”, conta Dr. Sávio, que atua no HCSL desde 2016.

PróximoAnterior
Foto: HCSL

O Dr. Sávio explicou que a hérnia de disco é uma doença da coluna vertebral. O médico informou que dor sofrida pelo paciente é muito forte e limitante.

“Na coluna, um disco separa uma vértebra de outra vértebra. Esse disco serve como uma espécie de amortecedor absorvendo o impacto. Esse disco pode extravasar o conteúdo dele do local, onde fica normalmente, e isso pode comprimir o nervo que sai da coluna e vai para a perna, que forma o nervo ciático. Normalmente, quando isso acontece o paciente tem muita dor no trajeto, que começa na coluna e desce até a perna. É uma dor incômoda, limitante e intensa, que tira a mobilidade do paciente”, explicou.

O médico se especializou na nova técnica em São Paulo e a trouxe para o Hospital Samuel Libânio.

“A estrutura do HCSL atende muito bem esse tipo de procedimento de alta tecnologia. Nesse caso, foram necessários materiais de vídeo e as pinças especiais usadas neste tipo de procedimento. Trabalhei juntamente com um cirurgião auxiliar, um instrumentador e profissionais de enfermagem”, contou Dr. Sávio.