PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu 11 anos
PróximoAnterior

Pouso-alegrense presa na Tailândia é condenada a 9 anos e 6 meses de prisão

Para advogada, o cenário é melhor do que esperavam. Pena dentro do que é estabelecido no Brasil abre possibilidade do pedido de extradição

PróximoAnterior
Mary Hellen enviou foto a família ao ser presa

A justiça Tailandesa julgou e condenou a pouso-alegrense Mary Hellen Coelho Silva, presa em fevereiro por tráfico de drogas. Segundo a advogada Kaelly Cavoli Moreira da Silva, a pouso-alegrense foi condenada a 9 anos e 6 meses de prisão.

Para a advogada, o cenário é melhor do que esperavam: “O artigo 33 que prevê o tráfico de drogas no Brasil, prevê pena de 5 a 15 anos. Então a condenação da Mary Hellen ficou dentro dessa janela, o que trás essa possibilidade do pedido de extradição. O cenário é muito melhor do que nós esperávamos. Se especulou muito sobre pena de morte, sobre prisão perpétua, penas muito longas, e até foi comparado com o brasileiro preso e executado nas Filipinas. Acho que a defesa teve certo êxito ai. É uma pena razoável, dentro daquilo que foi programada dentro da defesa. Não é uma pena ruim”, explicou Kaelly.

PróximoAnterior

A advogada disse que a defesa foi avisada da condenação pelo Consulado Brasileiro. A embaixada disse ter sido avisada ontem (11) sobre a audiência realizada no domingo (8). A audiência foi agendada com um dia de antecedência, razão pela qual não teria sido possível alertar as partes interessadas.

Mary Helen teria sido assistida por um defensor público nomeado pela própria Corte. A defesa de Mary Hellen no Brasil explicou que enviou toda a documentação demonstrando que Mary Hellen não tinha envolvimento com organizações criminosas.

A Defesa agora buscará a extradição da pouso-alegrense: “O próximo passo é aguardar uma manifestação a respeito da extradição. Se existe essa possibilidade. É uma questão política mesmo. Se o pais vai ter interesse em extraditar ou se vai cumprir a pena lá”, disse a advogada.