PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu 11 anos
PróximoAnterior

Morre homem espancado por jovens que suspeitavam de estupro em Pouso Alegre

A família dos jovens registrou um boletim de ocorrência da suposta queixa de estupro, que é contestado pela família da vítima. Os jovens estão soltos

PróximoAnterior
Foto: Arquivo

Morreu nesta segunda-feira (6) o homem que havia sido espancado por dois jovens em Pouso Alegre. Eles suspeitavam que o homem teria estuprado uma criança de 12 anos, irmão de um dos agressores.

A família dos jovens registrou um boletim de ocorrência da suposta queixa de estupro, que é contestado pela família da vítima.

Os jovens foram presos pela PM e encaminhados a delegacia de Polícia Civil, mas não tiveram flagrante ratificado, e estão soltos.

O corpo da vítima está no IML.

PróximoAnterior

O crime

As agressões aconteceram na noite do dia 18/5 no bairro Vila Nossa Senhora Aparecida. Os jovens, de 22 e 24 anos, ainda estavam no local, e receberam voz de prisão imediatamente.

Segundo um dos agressores, sua irmã de 12 anos havia dito a mãe que o homem de 56 anos teria abusado sexualmente dela mais de uma vez. O homem é irmão de um ex-companheiro da mãe da garota.

Nas redes sociais, circula o áudio do relato da criança e imagens do homem ensanguentado. A menina diz que o homem passava a mão em suas pernas, e que insistiu que ela fosse dormir na casa dele, e que mesmo contra vontade, acabou indo. Foi quando, no meio da noite, ela foi abusada sexualmente, disse ela.

O irmão da criança relatou que ao tomar conhecimento disso, chamou o amigo, e que ambos foram a casa do homem. No local, mostraram o áudio que a menor teria gravado contando o suposto abuso e, segundo os autores, a vítima ficou nervosa dizendo que não sabia do que se tratava.

Neste momento iniciaram as agressões. O irmão da menor, de posse de uma barra de ferro desferiu vários golpes em diversas partes do corpo do homem, enquanto o outro jovem, utilizando de suas mãos, agrediu o homem com diversos socos na face.

Segundo a PM, o homem foi socorrido pelo Samu com várias lesões na cabeça e sangramento. Ele foi levado para o hospital inconsciente, e ficou na UTI por 19 dias, até ter a morte confirmada nesta segunda-feira (6).

Os dois jovens foram presos e encaminhados para a delegacia de Polícia Civil, mas não tiveram o flagrante ratificado, e estão soltos. Eles devem ser investigados pelo homícidio.

Materia Atualizada as 16h39m para informar que a família dos jovens registrou boletim de ocorrência pelo suposto estupro.