PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu 11 anos
PróximoAnterior

Polícia Civil prende em Pouso Alegre quadrilha suspeita de diversos golpes na região, e um acaba baleado após reação

Na operação foram apreendidos diversos produtos, como motos, notebooks, televisões, vários freezers, peças de carro, e até pacotes de alho

PróximoAnterior
Polícia Civil prendeu grupo investigado por estelionato

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quinta-feira (16) em Pouso Alegre uma quadrilha suspeita de praticar diversos golpes no sul de Minas. A prisão foi realizada no bairro Jardim Redentor, na casa do casal suspeito de liderar as ações criminosas.

Segundo a Polícia Civil, eles tentaram fugir e reagiram. Cinco foram detidos, com idades entre 29 e 39 anos, entre eles o casal apontado como lider, Elton Augusto Pereira e Vanessa Tavares Feliciano, ambos de 39 anos.

Durante a operação, um dos suspeitos feriu a perna e outro foi atingido por um disparo de arma de fogo. Ambos foram encaminhados ao Pronto Socorro. Segundo informações de pessoas próximas ao suspeito, Fábio Júlio, de 33 anos, está em estado grave.

Fábio Júlio, de 33 anos, está internado em estado grave (Foto: Redes Sociais)

A quadrilha teria usado perfis falsos para comprar mercadorias anunciadas nas redes sociais. Eles também utilizavam cheques e dados falsos de empresas.

PróximoAnterior

As investigações começaram quando uma das vítimas, de 27 anos, acionou a Polícia Civil após vender um equipamento de seu comércio para custear tratamento de saúde de sua filha. O cheque de pagamento dos produtos vendidos foi devolvido por fraude.

Além de equipamentos industriais e agrícolas que ainda não foram encontrados, a Polícia Civil apreendeu um veículo Golf, uma caminhonete Toro, duas motocicletas, quatro freezers, um computador Apple, prateleiras e outros equipamentos de comércio, bobinas de impressora, além de quase 200 quilos de alho, provavelmente de um golpe aplicado cidade de Varginha. Também foram apreendidos papelotes de cocaína, celulares, os quais nenhum suspeito assumiu a propriedade, além de nota de dinheiro falsa na carteira do principal suspeito.

Devido a quantidade de material fruto dos golpes, a operação contou com o apoio da Polícia Militar no transporte.

Os suspeitos serão investigados por associação para o crime, estelionato e lavagem de dinheiro. Outros envolvidos ainda podem ser identificados.

Veja a fala do delegado sobre a operação