PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu 11 anos
PróximoAnterior

Homem é condenado a mais de 24 anos de prisão por assassinato de cabeleireira em Pouso Alegre

Fernando dos Santos Silva foi condenado em júri popular a 24 anos e 6 meses de prisão por homicídio, estupro e fraude processual

PróximoAnterior
Silvana Aparecida Penegalli foi morta em dezembro de 2016 | Foto: Redes Sociais

O homem acusado de matar a cabeleireira Silvana Aparecida Penegalli foi condenado a 24 anos e 6 meses nesta segunda-feira (5) em Pouso Alegre. Fernando dos Santos Silva foi à júri popular 6 anos após o crime.

O réu foi condenado por homicídio, estupro e fraude processual. De acordo com o Ministério Público de Pouso Alegre, Fernando dos Santos Silva tentou criar um álibi e mentiu sobre sua localização no dia do crime durante a fase de investigação. O homem estava preso há 3 anos e continuará cumprindo a pena em regime fechado.

PróximoAnterior

O PousoAlegrenet tentou contato com a defesa do réu mas não obteve resposta.

Silvana Penegalli foi morta em dezembro de 2016. Seu corpo foi encontrado no Rio Sapucaí, entre Pouso Alegre e São Sebastião da Bela Vista (MG) três dias após seu desaparecimento. Fernando dos Santos Silva e a vítima tiveram um relacionamento. O homem foi apontado como o principal suspeito durante as investigações.