PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu 11 anos
PróximoAnterior

Autor do crime já havia ameaçado matar ex-colega em funerária em Pouso Alegre

O motorista Carlos Renato Cioffi, de 48 anos, matou o ex-colega Juliano Campos, de 37, com dois tiros a queima roupa. Homem que ajudou na fuga foi preso. Vítima teria um caso com esposa de Carlos Renato, que ainda não foi localizado

PróximoAnterior
Carlos Renato Cioffi, de 48 anos, matou o ex-colega por ciúmes (Foto: Redes Sociais)

O homem que matou o ex-colega de trabalho em uma funerária em Pouso Alegre já havia o ameaçado de morte anteriormente. Testemunhas relataram a Polícia que a vítima Juliano Campos, de 37 anos, havia contado que Carlos Renato Cioffi, de 48 anos, o teria ameçado de morte, mas que ele não tinha levado a sério.

Carlos Renato era motorista da funerária Santa Edwirges, e havia sido demitido fazia aproximadamente um mês. O motivo do crime seria passional. Segundo o relato das testemunhas, Carlos Renato suspeitava que Juliano estaria tendo um caso com a sua esposa.

Juliano Campos, de 37 anos, morreu com dois tiros a queima roupa (Foto: Redes Sociais)

O crime aconteceu por volta das 20h. Um comparsa estacionou o carro Ford KA na Rua Comendador José Garcia, e aguardou enquanto Carlos Renato cometia o crime. Carlos Renato entrou no escritório da funerária, onde Juliano trabalhava no computador, e deu dois tiros a queima roupa no peito dele. A ação foi registrada por câmeras de segurança, que filmaram o rosto de Carlos Renato.

PróximoAnterior
Foto: PousoAlegrenet

Juliano foi socorrido pelos próprios colegas de funerária ao Hospital das Clínicas Samuel Libânio, mas não resistiu e faleceu. Ele deixa uma filha.

Carlos Renato voltou ao carro na Rua Comendador José Garcia, de onde fugiu no carro dirigido pelo comparsa. O carro e o co-autor foi localizado pela Polícia Militar. Ele não confessou participar do crime, mas sim que levou Carlos Renato até o local, e depois ao bairro Cidade Jardim.

A Polícia Militar segue realizando diligências atrás de Carlos Renato Cioffi, que ainda ainda não foi localizado. Quem tiver informações pode denunciar pelo 181 ou 190.

O PousoAlegrenet esteve no local e entrevistou o Tenente da PM responsável pelo caso. Confira: