PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu 11 anos
PróximoAnterior

Criminosos presos envolvidos em mortes em Santa Rita do Sapucaí (MG) são integrantes do PCC

Dois suspeitos foram presos através de mandados de busca e prisão temporária e um terceiro suspeito foi preso em flagrante

PróximoAnterior
Polícias Civil e Militar concederam entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (18) | Foto: PousoAlegrenet

Os três criminosos presos envolvidos em mortes em Santa Rita do Sapucaí (MG) são integrantes do PCC. As informações foram divulgadas em uma coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (18) pelas Polícias Civil e Militar em Pouso Alegre.

Segundo a delegada da Polícia Civil Dr. Laís Veiga Caetano, foram cumpridos dois mandados de busca e prisão temporária no bairro Ozório Machado. Um terceiro suspeito foi preso em flagrante na pedreira de Santa Rita do Sapucaí (MG). “Na data de ontem [17] nós deflagramos uma operação policial que culminou na prisão de dois principais suspeitos e a prisão em flagrante de um elemento envolvido com os crimes em apuração”, disse.

Os suspeitos presos têm 20, 23 e 25 anos, entre eles o líder da organização na cidade. Os presos serão indiciados pelos crimes de homicídio qualificado, organização criminosa, tráfico de drogas e porte de arma de fogo.

Ainda conforme a delegada, o Tribunal do Crime punia quem transgredia as ordens da organização criminosa. Duas das vítimas foram mortas por realizar pequenos furtos e roubos na região. “Duas vítimas estariam praticando pequenos furtos e até roubos na comunidade onde viviam. A terceira morte foi em decorrência de dívida de droga. Ele tinha uma vinculação com o PCC e houve uma desavença por conta disso”, informa a delegada.

As vítimas estavam desaparecidas desde os dias 8 e 9 de novembro. Ederson dos Santos, de 29 anos, foi localizado no rio Sapucaí no sábado (12). A suspeita é que ele tenha sido torturado. “Foram feitos os trabalhos de perícia e de médico legista e foi constatado que este corpo estava com perfurações e esmagamento na cabeça”.

O autor dos áudios que circulam em grupos da cidade também foi ouvido pela Polícia Civil. Ele alegou não ter envolvimento com os crimes mas teve o celular apreendido e segue sendo investigado. Além disso, a delegada esclareceu que a informação de que outras pessoas estariam desaparecidas não é verdadeira. “Não tem outras pessoas desaparecidas, somente essas três, dois corpos localizados e o terceiro corpo nós ainda estamos tentando localizar”, disse a Dr. Laís Caetano.

Foram apreendidos um revólver calibre 38 com duas munições intactas, 10 celulares e uma certa quantia de crack e maconha. Participaram da operação 32 policiais civis e militares.

Segundo o major Andreílson, sub comandante do 20° Batalhão da Polícia Militar, a organização criminosa não comanda áreas da cidade. “Nós não podemos dizer que alguma área de Santa Rita ou de qualquer outra cidade da responsabilidade do 20° Batalhão esteja sob comando de uma facção criminosa“, informa o major.

O delegado da regional de Pouso Alegre, Dr. Renato Gavião completou que não há avanço do PCC na região. “São casos isolados. Não existe um grande comando, longe disso. Eles estão sendo presos tanto aqui em Pouso Alegre quanto em Santa Rita do Sapucaí”, disse.

Confira a entrevista coletiva completa:

Tribunal do Crime

Polícia Civil e Militar fazem coletiva de imprensa sobre mortes ligadas à tribunal do crime em Santa Rita do Sapucaí

Publicado por Pouso Alegre .Net em Sexta-feira, 18 de novembro de 2022

PróximoAnterior