PousoAlegrenet

Menu

Morto em ação da PM em Pouso Alegre seria um dos líderes de facção responsável por atentados em MG

Creonte dos Santos Nogueira tinha passagens por tráfico e homicídio, e estava foragido da penitenciária. Com ele foram apreendidos documentos e diversas anotações referentes à organização criminosa

Bandido estava morando nesta casa no bairro Jardim Olímpico (Foto: Magson Gomes / Terra do Mandu)

O bandido morto durante ação da Polícia Militar em Pouso Alegre na quarta-feira (6) seria um dos lideres da facção criminosa responsável por fomentar atentados contra ônibus coletivos em Minas Gerais, incluindo Pouso Alegre.

As informações constam no registro da ocorrência feito pela Polícia Militar, e que o PousoAlegrenet teve acesso.

Creonte dos Santos Nogueira estava foragido e seria responsável por fomentar ataques

Segundo a PM, Creonte dos Santos Nogueira, de 29 anos, vulgo ‘Psico’, seria um “Sintonia Geral”, e o responsável por fomentar e executar diversos atentados contra ônibus coletivos, prédios públicos e agentes de segurança.

Ônibus queimado no Recanto dos Fernandes (Foto: PousoAlegrenet)

Creonte tinha passagens por tráfico de drogas e homicídio, e estava foragido da Penitênciária Nelson Hungria, em Contagem (MG). Ele seria ainda o mandante do atentado ocorrido na residência de um Sargento da Polícia Militar em São Lourenço (MG).

Como foi a ação

A localização do criminoso foi descoberta após investigações do Gaeco. Duas equipes da ROTAM realizaram o cerco na casa localizada no Jardim Olímpico. Uma foi aos fundos e outra a frente.

De acordo com a Polícia, ao iniciar contato pela parte da frente da casa, a esposa do foragido disse que ele não estava no local, e que não iria abrir a porta. No mesmo momento, Creonte vai aos fundos da casa, visualiza a equipe da PM, e retorna para dentro da residencia.

Ao visualiza-lo, a PM entrou na residência, encontrando-o na sala com arma em mãos. Devido o pouco espaço, um policial entrou em luta corporal com o foragido, pedindo para que ele não resistisse a prisão. O bandido teria segurado com a mão esquerda a arma do policial, e tentado direcionar para contra o PM a arma que tinha na mão direita.

Bandido estava morando nesta casa no bairro Jardim Olímpico (Foto: Magson Gomes / Terra do Mandu)

Quando o PM conseguiu se desvencilhar, o Creonte caiu sobre o sofá ainda com a arma em mãos, e feito movimento para disparar a arma contra os militares, que reagiram atirando contra o bandido.

O foragido foi levado ao Hospital das Clínicas Samuel Libânio, mas não resistiu.

Na casa, foram apreendidos celulares, o computador, documentos e diversas anotações referentes à organização criminosa.