PousoAlegrenet

Menu

Gardenia emite nota negando problemas de freios após acidentes no Sul de Minas

Passageiros e motoristas dizem que o problema foi causado por falta de freios.

No dia 08/04, ônibus foi parar no barranco Entre Munhoz e Bragança (Foto: Redes Sociais)

A Expresso Gardênia enviou uma nota ao PousoAlegrenet negando que os acidentes citados em matéria nesta quarta-feira (17) tenham ocorrido por problemas no sistema de freios dos ônibus.

Os passageiros dizem que o problema foi causado por falta de freios. O PousoAlegrenet também checou a informação com motoristas da empresa, que confirmaram ser comum esta situação, e que por segurança, a empresa os obriga a dirigir a até 60km/h.

Confira a nota na íntegra abaixo:

NOTA DE ESCLARECIMENTO PARA IMPRENSA

O Expresso Gardenia vem a público esclarecer sobre os questionamentos do Portal Pouso Alegre.Net

Manutenção e Qualidade

No âmbito geral de sua atuação, a empresa realiza um total de 22.0000 viagens por mês, em média, 550.000 mil passageiros são transportados pela empresa para diversas regiões em Minas Gerais e São Paulo, sendo que 99,5% dessas viagens são completadas com sucesso, sem nenhuma intervenção ou necessidade de socorro.

A empresa destaca, ainda, que quando ocorrem necessidades de socorro os motivos são diversos e, nem sempre, o fato está relacionado à manutenção do veículo, mas, também, a condições das vias ou por incidentes como animais na pista ou colisões.

A empresa possui mais de 10 indicadores de desempenho desenhados para a observância da manutenção de seus veículos para controle de qualidade. Nestes, são medidos diversos itens como pneus, elétrica, motores, freios, consumo de diesel entre outros. A empresa trabalha continuamente para zerar ou aproximar de zero o índice de socorro.

Sobre os últimos incidentes envolvendo a frota da empresa e boatos sobre os freios

Após minuciosa apuração pelos técnicos de manutenção, certificados pelas montadoras e, também pela equipe de manutenção preventiva da empresa, constatou-se que não houve defeito nos sistemas de freios.

Nos três casos, os sistemas de frenagem estavam em perfeito estado de conservação e operação, onde os 3 veículos retornaram para a garagem circulando normalmente, sem a necessidade de reboque. A direção da empresa acredita que outros fatores podem ter contribuído para os mesmos, tais como, a conservação da via, condições meteorológicas, entre outros. A empresa informa ainda, que os clientes que estavam nestas viagens foram prontamente atendidos sem danos ou prejuízos e conduzidos aos destinos finais.

A empresa lamenta que boatos circulem pela mídia e nas redes sociais na tentativa de denegrir sua imagem.

Compromisso

A empresa lamenta qualquer fato relacionado ocorrido com os seus passageiros e salienta que, mesmo com todos os desafios da operação, a empresa sempre prima pela qualidade e segurança de suas atividades sendo uma das empresas com menor índice de acidentes no país, conforme pode ser confirmado pela mídia especializada e órgãos fiscalizadores.