PousoAlegrenet

Menu

Pouso-alegrense se prepara para conquistar a montanha mais próxima do sol

Montanhista está escalando as montanhas mais altas do Equador. Apesar de não ser o ponto mais alto do planeta em relação nível do mar, o Vulcão Chimborazo, chamado de Rei dos Andes, é o ponto mais distante do centro da terra

Bruno no Vulcão Cotopaxi (Foto: Bruno Reis)

Um montanhista de Pouso Alegre está se preparando para começar a subir nesta quarta-feira (20) a montanha mais distante do centro da Terra, e mais próxima do sol: o Vulcão Chimborazo, no Equador. (Veja no final porquê não é o Everest)

O montanhista é o microempresário Bruno Reis, de 32 anos. Há dois anos atrás ele ganhou destaque após escalar o Vulcão Orizaba, que tem 5.510 metros de altitude e é o pico mais alto do México.

Vulcão Cotopaxi (Foto: Bruno Reis)

Bruno está escalando as montanhas mais altas do Equador. Ele conta que nesta segunda-feira (18) escalou o terceiro maior vulcão em erupção do mundo, o Cotopaxi, cujo cume está 5.897 metros acima do nível do mar.

“O Cotopaxi é um vulcão ativo que solta fumarola constantemente. Senti o cheiro forte de enxofre saindo da cratera. Foi muito sofrido chegar no topo”, contou ao PousoAlegrenet.

Vulcão Cotopaxi (Foto: Bruno Reis)

Agora nesta quarta-feira, Bruno vai tentar o famoso Vulcão Chimborazo, que tem 6315 metros. Até o século XIX, o Chimborazo era conhecido como o pico mais alto do mundo, e é conhecida como o Rei dos Andes.

“Estou muito confiante pra escalada do Chimborazo, embora eu tenha sofrido bastante pra chegar no topo do Cotopaxi. Esse projeto tem tempo que venho organizando então vai ser interessante essa escalada. Todo treinamento dos últimos meses foi pra isso!”, disse Bruno.

Vulcão Cotopaxi (Foto: Bruno Reis)

Dependendo das condições climáticas, Bruno começará uma investida no Chimborazo nesta quarta-feira (20) às 23h. “A escalada em alta montanha tem que ser na madrugada, porque quando o sol sai e esquenta a neve o risco de aparecer gretas e avalanches sao bem maiores”, conta.

A expectativa é que no amanhecer desta quinta-feira (21), Pouso Alegre esteja representada no lugar mais próximo do sol.

Bruno com a camisa do Pousão no Vulcão Cotopaxi (Foto: Bruno Reis)

Curiosidade: E o Everest? A montanha mais alta do mundo com 8.848 metros em relação ao nível do mar, não é a mais próxima do sol devido sua posição geográfica no planeta, que não é exatamente redondo, e sim uma esfera levemente achatada nos polos. Em relação ao centro da terra, o Everest tem 6.382,6 quilômetros, enquanto o Chimborazo tem 6.384,4 km. Uma diferença de menos de 2 quilômetros. Veja a ilustração abaixo.

Ilustração: Elpais.com