PousoAlegrenet Logo PousoAlegre.net

Menu 11 anos
PróximoAnterior

Projeto de Lei quer subsidiar tarifa de ônibus, que deve passar para R$ 3 em Pouso Alegre

Pela proposta, o valor da tarifa nas linhas urbanas sobe de R$ 3,80 para R$ 5,80, mas o usuário pagará apenas R$ 3 de tarifa social, e a prefeitura os outros R$ 2,80. Em Varginha o usuário paga R$ 4,20 e em Poços R$ 5, 60

PróximoAnterior

Um projeto de Lei quer subsidiar a tarifa dos usuários do transporte público em Pouso Alegre. Com isso, o usuário vai pagar apenas parte da tarifa, chamada agora de Tarifa Social, e a prefeitura a outra parte para completar a chamada Tarifa Técnica, que é o custo por passageiro.

Pela proposta, o valor da tarifa nas linhas urbanas sobe de R$ 3,80 para R$ 5,80, mas o usuário pagará apenas R$ 3 de tarifa social, e a prefeitura os outros R$ 2,80. Nas linhas urbanas a tarifa sobe de R$ 5,10 para R$ 7,70, com o usuário pagando R$ 4,10 de tarifa social.

“Nós sabemos que essa redução do valor da tarifa irá fazer a diferença no bolso das famílias e trabalhadores que utilizam o transporte público, e que também irá impactar na economia local. Acreditamos que com esse benefício, incentivaremos mais pessoas a utilizar o transporte público e com isso melhorar a mobilidade urbana, uma vez que estamos presenciando um aumento significativo no número de veículos nos últimos anos. Garanto que a aplicação do recurso público será realizada de forma austera com base nos dados validados pelo Comitê do Fundo Municipal de Transporte Público”, explica o Prefeito, Cel. Dimas.

PróximoAnterior

A tarifa em Pouso Alegre não sofre reajuste desde 2018. Em 2021, a tarifa foi reduzida, mas em contrapartida, a prefeitura passou a pagar valores de subsídio a expresso Planalto.

Mesmo assim, a Expresso Planalto vem solicitando o aumento do valor da tarifa. A justificativa foram os incessantes aumentos nos custos, principalmente o combustível.

Entre as grandes cidades do Sul de Minas, Pouso Alegre é a cidade onde o usuário paga o menor valor. Em Varginha o usuário paga R$ 4,20, e em Poços R$ 5,60.

Cel. Dimas se reuniu com vereadores na Câmara nesta segunda-feira (16). A previsão é que o Projeto de Lei nº1.325/22 seja votado, e aprovado, em única votação nesta terça-feira (17). Se aprovada, a medida deve valer a partir do dia 1º de junho.

Reclamações do transporte coletivo

O prefeito também falou sobre os problemas no transporte coletivo. Com frequência usuários reclamam de problemas como superlotação e falta de ônibus suficientes para atendimento.

A Prefeitura disse estar atenta à manutenção da qualidade e na satisfação do usuário do transporte público e que intensificará as fiscalizações por parte da Secretaria de Trânsito e Transportes.

“Nós precisamos buscar sempre a melhor prestação de serviços à população e já estamos avaliando se algumas linhas precisam de mudança para uma melhor atender a quem precisa do transporte público coletivo a manter sua rotina de trabalho e estudo”, pontua o Prefeito.

Ainda conforme a prefeitura, a previsão é que em breve a empresa disponibilize novos recursos de tecnologia (aplicativo e site) e outras melhorias no atendimento aos usuários. A prefeitura informou que está sendo avaliada a necessidade de ampliação da frota em serviço, considerando o aumento do número de usuários.