PousoAlegrenet

Menu

Prefeitura de Pouso Alegre prorroga intervenção e quer reestruturar Instituto de Previdência Municipal

Reestruturação foi aprovada em 1ª votação na Câmara. Ela exige qualificação e impõe responsabilidade em caso de dolo e culpa ao conselho

Iprem (Foto: PousoAlegrenet)

A prefeitura de Pouso Alegre prorrogou por mais 6 meses a intervenção no Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Pouso Alegre. A prorrogação foi aprovada pela Câmara Municipal nesta terça-feira (24).

O IPREM está sob intervenção desde abril, após ser alvo de uma operação da Polícia Federal para apurar fraudes em fundo de investimentos.

Polícia Federal realizou operação no Iprem (Foto: PousoAlegrenet)

Reestruturação

Também foi aprovada em 1ª votação a reestruturação do IPREM. Entre as mudanças estão a alteração da composição do Comitê de Investimentos, do Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal, e atribuição de responsabilidade de dolo ou culpa aos mesmos.

Com a mudança, o diretor-presidente do instituto deve obter certificação comprovando amplos conhecimentos previdenciário e de investimentos. A contratação de consultorias também deverá obedecer a critérios mais rigorosos.

Durante a sessão, a principal reclamação da oposição foi quanto a representatividade do Sindicato dos Professores da Rede Municipal e do Sindicato dos Servidores Municipais. Com a mudança, ambos terão que indicar em conjunto um dos nomes para cada um dos conselhos.