PousoAlegrenet

Menu

Lixo custa R$ 1,5 milhão por mês e prefeitura busca conscientização em Pouso Alegre

As ações do "Pouso Alegre Sempre Limpa" devem envolver diversas secretárias, como a de educação e saúde. Pouso-alegrenses geram em média 110 toneladas de lixo por dia, nem sempre descartados corretamente

Foto: Prefeitura

1,5 milhão de reais por mês. O valor que dá para construir uma creche nova, é o que a prefeitura precisa gastar todos os meses para tentar manter a cidade limpa.

Segundo estimativa da prefeitura, os pouso-alegrenses geram em média 110 toneladas por dia de lixo. Isso acaba gerando um custo de R$ 400 mil mensais só com o aterro, que cobra em média R$ 177 por tonelada recebida. Além do aterro, ainda tem mais R$ 1 milhão com serviço de varrição e coleta.

Foto: Prefeitura

Foto: Prefeitura

O excesso de lixo e o descarte incorreto gera tantos problemas que a prefeitura decidiu começar uma campanha de conscientização junto a população. As ações do “Pouso Alegre Sempre Limpa” devem envolver diversas secretárias, como a de educação e saúde. Segundo a prefeitura, vídeos educativos, e até um aplicativo que acompanha o horário do caminhão de coleta serão desenvolvidos.

Campanha da Prefeitura

Problemas

O lixo jogado fora do horário é um problema constante. No final do ano passado, quando ruas ficaram alagadas durante um temporal, foi possível ver sacos e sacos de lixo boiando pelo rio que se formava nas ruas. No Jardim América, um morador tentava a todo custo desentupir um bueiro em frente a uma casa usando um cabo de vassoura.

O despejo de entulhos também é outro problema. Em janeiro, o PousoAlegrenet mostrou o despejo de entulho dos moradores do São João próximo a uma creche. Os entulhos foram recolhidos, e pouco depois havia outros no local. Em fevereiro, em uma rua em cima da mesma creche, o peso dos entulhos fez um barranco ceder após uma chuva, e mostramos também que moradores estavam jogando lixo e entulhos em um lote no meio do bairro São Geraldo, virando foco de mosquitos da dengue.

Foto: Ricardo Ribeiro

E não fica só nas ruas. O lixo também tem poluído os rios. Um expedição no Rio Sapucaí no ano passado recolheu 50kg de lixo que estava boiando no rio.

Foto: Prefeitura

Cata-treco

O Cata-treco é uma alternativa para o descarte de objetos de grande porte em desuso, como móveis, colchões e eletrodomésticos que, sem destino correto são, muitas vezes, deixados nas ruas. O serviço pode ser acionado através do site www.pousoalegre.mg.gov.br . Na opção “Coleta de Cata-treco”, há um formulário que deve ser preenchido com endereço, e-mail e descrição dos objetos descartados. O serviço é gratuito, após o agendamento de data para retirada dos objetos.

Cate-treco (Foto: Prefeitura)

Coleta seletiva

A Coleta Seletiva é feita em parceria com a ACAMPA (Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Pouso Alegre) e recolhe produtos recicláveis, como papelão, plásticos, metais e vidros. A coleta deve ser agendada pelo telefone (35) 4102-3138, das 8h às 16h de segunda a sexta-feira. Os resíduos destinados à reciclagem devem ser separados do lixo comum, acondicionados de modo correto e deixados em frente ao domicílio, no dia estabelecido para a coleta.

Horário de coleta

Clique no link